á vezes...




Levanto-me de forma despachada como sempre.
Pé ante pé sinto o suave toque do soalho de madeira.
Entro no teu quarto e sinto o perfume de ti que enche
o ar,cheiro doce e quente,daquele que dá vontade de
sentir o tempo todo.
Olho para ti e para as tuas formas de refegos fofuchos
enquanto dormes....a tranquilidade do teu sono,e o ar de
bichinho pequeno enroscado que se quer pegar e encher de
mimos,tudo sereno á tua volta.
Acho te mesmo muito bonita,mas não o digo a ninguem,pois é
sabido que todas as mães acham as suas crias as mais lindas,
eu prefiro não o dizer em voz alta,penso para mim.
Observo cada pedacinho de ti,os teus olhos rasgados e grandes
em forma de gatinho,as tuas pestanas longas que nas pontas não
se vêem de tão loiras que são,o desenho habilidoso das
tuas sobrancelhas,a boca de traço perfeito de boneca,os dedinhos
das tuas mãos gorduchas e mexidas...olho para ti e torno a olhar
como se fosse a primeira vez que te vejo...
Ás vezes ainda não acredito que te tenho na minha vida...
(mas obrigado por estares.)

Seamoon.

Sem comentários: